Governo do Ceará lança Garantia Safra 2020/2021

O secretário de Desenvolvimento Agrário, De Assis Diniz, lançou na manhã desta quinta-feira (22) o programa Garantia Safra. A solenidade no formato virtual foi transmitida por meio de live e contou a presença dos prefeitos que participaram assinando o Termo de Adesão. A ação é realizada em parceria com o Ministério da Agricultura, Pesca e Abastecimento e deve investir R$ 68,76 milhões na economia dos municípios do interior do Estado.

Hoje, o Ceará é o segundo estado nordestino em número de inscrições e, proporcionalmente, ocupa o primeiro lugar da região. O objetivo da cerimônia virtual foi sensibilizar os municípios a aderirem ao programa que celebra um pacto federativo entre União, governos estaduais, municípios e o próprio agricultor. Somente o Tesouro Estadual prevê um investimento de R$ 13,83 milhões.

“Com a celebração desta parceria, este olhar cuidadoso e sistêmico do Governo do Ceará, para o homem e a mulher do campo, permite a execução de uma política pública essencial para o interior do Estado. Isso porque são recursos que levam cidadania para as comunidades rurais e aquecem, principalmente, a economia dos pequenos e médios municípios cearenses”, comemorou o secretário. “Vocês dividem essa responsabilidade conosco, prefeitos”, completou.

Além do Estado e da União, contribuem para a formação do Fundo do Programa Garantia Safra: prefeituras municipais e agricultores, com o pagamento de uma taxa por adesão de R$ 51,00 e R$ 17,00, respectivamente. Da mesma maneira, o Governo do Ceará contribui com o pagamento de R$ 102,00 para cada um dos 135.614 agricultores que pagaram o boleto deste primeiro trimestre, enquanto a União repassa R$ 346,00 por cada agricultor aderido.

“É um programa importante e que todos os municípios cearenses deveriam aderir. O município do Cedro testemunha a importância da execução deste programa: no ano passado, quando fomos atingidos pela pandemia do Covid-19, nossos agricultores foram beneficiados por essa importante política pública e encontraram socorro financeiro quando mais precisavam ficar em casa com suas famílias e em segurança”, recomendou o prefeito João Batista Diniz.

SDA