Repercussão da Morte do sineiro Getúlio Colares

Site Santuário de Canindé

Descanso eterno ao sineiro da Basílica, Getúlio Colares

Fomos surpreendidos pela notícia do falecimento do nosso Sineiro Getúlio Colares. Nossa gratidão a este grande colaborador da nossa Paróquia – Santuário, que ficará na memória dos romeiros, devotos e paroquianos.

Seu Getúlio, há 77 anos repicara os sinos das nossas igrejas, e no próximo dia 23 de março faria 92 anos de vida.

Aproveitamos para expressar à família os nossos mais sinceros sentimentos.

Saiba mais…

O Sineiro da Basílica, o mestre Getúlio

Mestre Getúlio Colares, completaria no próximo dia 22 de março, 92 anos, sineiro dos marcantes momentos da Festa de São Francisco das Chagas de Canindé, o som das batidas do sino da Basílica. Os devotos e romeiros conhecem de longe esse bonito som que é marca registrada.

Ao Longe, ao escutar o soar do sino, o romeiro parava. Era Hora de Rezar! E o responsável por estes momentos de oração que neste ano completa 77 anos era o Mestre da Cultura Popular, Getúlio Colares, que subia para tocar os sinos centenários.

Colaboração de texto: Pascom e Rádio São Francisco.

Secult

#NotaDePesar // Saudades do nosso querido Mestre sineiro Getúlio Colares, de Canindé

Por quem os sinos choram? O que antes era som, agora é silêncio. Com pesar a Secretaria da Cultura do Ceará (Secult Ceará) se despede do nosso querido Mestre Getúlio, sineiro de Canindé. O mestre nos deixou na noite do dia 18 de março de 2021, após complicações da Covid 19. Ele estava internado no hospital regional São Francisco de Canindé. A XIV Mostra Estadual Ceará Ciclo Natalino homenageou, em 2019, o mestre Getúlio Colares.

O Ceará celebra seus saberes e fazeres, sua alegria, mestre. Com todo amor, agradecemos sua vida e desejamos paz e luz na sua travessia. A Secult Ceará deseja serenidade e conforto aos familiares e amigos.

Siga na luz, mestre. Que os sinos entoem alegrias na sua chegada em nova morada.

Que viva Getúlio!

Mestre Getúlio

Getúlio Colares nasceu no sertão cearense e, aos dez anos de idade, teve uma doença grave. Sua mãe fez uma promessa para que ele ficasse curado e sua cura, para ela, foi uma graça alcançada pela intercessão de São Francisco. Em pagamento à promessa, a família foi morar em Canindé e passou quatro anos trabalhando na igreja de graça, em agradecimento.

Os frades gostaram dos serviços do jovem Getúlio, que depois continuou a trabalhar em Canindé. Foi diplomado como operário-padrão e homenageado em 1979 e 1980. Passou a ser Patrimônio da Basílica de São Francisco e Mestre da Cultura Popular do Ceará, em 2007, recebendo o diploma de Tesouro Vivo da Cultura das mãos do ex-governador Cid Gomes. Foi diplomado com o título de Notório Saber em Cultura Popular pela UECE, no Encontro Mestres do Mundo em 2016.

O primeiro dia em que tocou o sino foi na procissão do Sagrado Coração de Jesus, em 29 de julho de 1944. De acordo com seus relatos, começou a tocar os sinos nas formas tradicionais de Canindé, “vários tempos…vários sinos… várias tocadas de alegria e de tristeza”. Tocava o sino também em datas e ocasiões como Dia de São Brás, Quinta-feira Santa, Domingo de Páscoa, no perdão de Assis, Chagas de São Francisco, festa de Nossa Senhora das Dores, Dia do Romeiro, festa de São Francisco, Mês do Rosário, Dia de Finados, Natal e Ano Novo.

Desde 2009, o ofício de Sineiro foi registrado como Patrimônio Imaterial do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Inscrito no Livro de Registro dos Saberes, é a maior chancela do patrimônio cultural do País. Para o IPHAN, os toques do sino e seus nomes foram criados pelos sineiros ainda no tempo colonial e preservados na tradição oral. Muitos deles são onomatopeicos, exprimindo o som ou o ritmo que produzem. Para o Instituto, preservar a linguagem dos sinos é preservar parte da memória e da história do Brasil.

#notadepesar

Prefeita Rozário Ximenes

“#NotaDePesar Lamento profundamente o falecimento do Mestre Getúlio Colares, ocorrido nesta noite de quinta-feira (18). Esta imagem foi um dos momentos em que estivemos juntos, quando foi homenageado na Praça dos Mestres, em dezembro de 2019, na Mostra Estadual Ceará Ciclo Natalino. Getúlio, “O Sineiro”, que tanto tocou o sino anunciando procissões, onde o nosso querido povo canindeense conhecia quando o sino era tocado por você, em diversos ritmos para cada ocasião, seja em momentos alegres ou momentos tristes. Hoje, o sina não toca, silencia, lamentando a sua partida. Siga em paz, Mestre Getúlio. Que Deus te receba em seu reino de luz e conceda o descanso eterno”.

Presidente da Câmara de Vereadores Karlinda Coelho

“Como Presidente da Camara de Vereadores de Canindé, prestamos às nossas condolências à família do Mestre da Cultura, Getúlio Colares, pelo o seu falecimento ocorrido hoje, vítima da Covid 19. O Senhor Getúlio, prestou relevantes serviços à nossa terra, principalmente na área religiosa, pois durante décadas animou os festejos de São Francisco na condição de sineiro da Basílica. Sem contar que como coveiro do cemitério São Miguel foi ele também o responsável por milheres de sepultamento. Um homem de poucas posses mais de muito prestígio, já que era mestre da Cultura popular Cearense.

Um ícone da nossa cidade.

Que Deus possa o acolher em um lugar de luz e amor”

Vereador Márcio Sousa

“Até os grandes homens se despedem deste mundo pela última vez. A diferença é que eles deixam marca e continuam vivos por aqui através das lembranças de quem jamais os esquecerá. E é este o caso. Até um dia, mestre Getúlio Colares!”