Bombeiros debelam incêndio em vegetação de Canindé

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), por meio da 6ª Cia/3ºBBM, quartel de Canindé, debelou um incêndio em vegetação próximo a BR 020, na altura do posto da Policia Rodoviária Federal (PRF), próximo à entrada de Canindé.

Por volta das 11 horas e 50 minutos, desta quinta-feira, (22) a guarnição de serviço e de reforço operacional dos bombeiros de Canindé se deslocou na viatura Auto Bomba Tanque 50 (ABT-50), Auto Salvamento 37 (AS 37) e Auto Salvamento 49 (AS 49) para atender a esta ocorrência e levou aproximadamente três horas de combate e dois mil litros de água para debelar o incêndio em cerca de dois hectares.

A guarnição foi composta pelo tenente-coronel Souza Júnior, subtenente Silva Gomes, subtenente Luís Carlos, cabo Eranilson, soldado Amanda, soldado Mazza, soldado Mota e soldado Prata.

O material de combate utilizado além da bomba costal foi abafador, soprovarredor e facão, além do Equipamento de Proteção Individual (EPI) de cada bombeiro militar. A área muito seca, muito vento, rodovia próxima, terreno acidentado são fatores que fizeram desse combate dispor de dois objetivos, o preventivo para que a fumaça não seguisse para a rodovia, evitando assim, a baixa visibilidade e possível acidente automobilístico, bem como, o de extinção do fogo para que esse não se alastrasse e viesse a queimar ainda mais a vegetação. Foi utilizada técnica de: abafamento, orientação, aceiro, linha de defesa e combate a incêndio para conter o avanço desse sinistro.

O combate a incêndio florestal é um combate muito técnico, árduo que exige conhecimento, técnica e preparo físico.

A ocorrência contou com um reforço inesperado, o Senhor Darlan, um aluno que concluiu o curso de formação de praça (CFP) e aguarda nomeação. “Menino bom, sangue de bombeiro na veia, viu o incêndio, e, mesmo sem obrigação, vestiu seu equipamento de proteção individual (EPI) e a farda da Academia Estadual de Segurança Pública (AESP), e foi ajudar a guarnição”. Ressaltou o primeiro-tenente Guilherme.

Para o tenente-coronel Souza Júnior, comandante do 3º Batalhão de Bombeiros Militares, o “Senhor Darlan reside em Canindé, aguarda ser nomeado, porem, sempre nos ajuda nessas situações”.

Em 2018, os bombeiros do Ceará foram acionados para atender 8.687 ocorrências de incêndio em vegetação e fogo em monturo, em todo o Estado. Em 2019, entre janeiro e julho, já atendemos 1.436 ocorrências com estas tipologias.

Bombeiros do Ceará